Autoconhecimento: Qual é o seu Diagnóstico?

Com a publicação da semana passada, recebemos e-mails de pessoas curiosas sobre as graduações de autonomia Self-Aware, Full Self-Aware e Senior Self-Aware que utilizamos aqui na Moksha Potencial.

Nada de sobrenatural.

Essa classificação é apenas uma ferramenta que utilizamos para que o cliente que chega inseguro quanto ao seu autoconhecimento se situe em sua caminhada em direção à almejada autonomia. Ele investe tempo, esforço, energia em se reconhecer um indivíduo autônomo, ativo, participante, seguro, consciente de seus riscos, de suas escolhas e senhor de seu sucesso; então, nada melhor do que se sentir orientado por milestones em sua caminhada.

Nós enumeramos 10 perguntas no post anterior (dentre muitas possíveis) que fortalecem o autoconhecimento. Podemos relembrá-las:

  1. Como o mundo funciona e como viver melhor nele?
  2. O que eu tenho de melhor?
  3. O que me faz feliz?
  4. Estou maximizando meus talentos e trabalhando meus pontos fracos?
  5. Qual a minha essência e onde me sinto melhor?
  6. Estou no caminho certo?
  7. Tenho clareza das lacunas em relação ao meu trabalho?
  8. Aonde quero chegar?
  9. Tenho um plano de desenvolvimento estruturado?
  10. Qual a minha visão de futuro?

Citamos, também, que um bom processo de coaching é capaz de dar as ferramentas necessárias para atingir o autoconhecimento. Dentre elas, comentamos sobre as graduações Self-Aware, Full Self-Aware e Senior Self-Aware. Elas não são um segredo, são um meio que utilizamos para facilitar o crescimento do coachee no processo de fortalecimento de seu posicionamento diante de seu objetivo. Observe:

ExclamaçãoSelf-Aware

É o grau daquele que atingiu o nível mínimo de autoconhecimento. O indivíduo Self-Aware:

  • É capaz de entender suas principais características;
  • Entende o que o motiva, o que não quer, o que quer, qual caminho pode/deve seguir, onde deve investir;
  • Detém certo grau de independência para tomar decisões;
  • Mas ainda é um orientando.

 

ExclamaçãoExclamaçãoFull Self-Aware

É um passo à frente na estrada do autoconhecimento. O indivíduo Full Self-Aware:

  • É capaz de, além das compreensões do Self-Aware elaborar um planejamento de curto médio e longo prazos;
  • Dominar suas crenças e valores a partir do estudo de estratégico de sua essência;
  • Deter um bom grau de independência para tomar decisões claras sobre o que é melhor para si.
  • Na maior parte das vezes, é um orientando, mas também é capaz de ser um orientador.

 

ExclamaçãoExclamaçãoExclamaçãoSenior Self-Aware

É o grau de quem, pode-se assim dizer, detém autonomia sobre si mesmo. O Senior Self-Aware é o indivíduo que:

  • Não tem dúvidas sobre o que ameaça a sua ética;
  • É capaz de decidir com a clareza necessária o que é melhor para si, sem que impacte de forma agressiva aos seus semelhantes;
  • É um orientador, embora tenha a consciência de que há momentos em que é necessário ser um orientando.

E você, qual é o seu grau de autonomia? Se ainda não parou para pensar, leia as perguntas acima e responda com sinceridade. Anote suas respostas. Depois observe as graduações e dê seu diagnóstico.

Se preferir, CLIQUE AQUI E SE INSCREVA PARA UMA SESSÃO DE COACHING GRATUITA. O que está esperando?

smile

Anúncios

Self-Aware: Quando o Autoconhecimento é Fundamental para o Sucesso

Você se autoconhecendo. Moksha Potencial.
“Um bom processo de coaching é capaz de dar a você as ferramentas necessárias para atingir o autoconhecimento.”

Quem não parou, ao menos uma única vez, para pensar sobre o que é sucesso e analisar sua própria caminhada para entender, “de zero a dez”, onde se está e onde poderia estar nessa trajetória? Entender o que é sucesso, um conceito subjetivo, é entender de alguma forma onde se quer chegar para se sentir pleno em algum empreendimento pessoal, profissional, coletivo, e por aí vai.

De acordo com o fundador e presidente da Etalent, Jorge Matos, “quando se trata de carreira, deixar de investir em autoconhecimento é arriscar 20% das chances de sucesso”. O ponto fundamental é que, conhecendo suas características e comportamentos, se a pessoa estiver determinada a investir na busca por uma atividade alinhada ao que tem prazer e habilidades, a possibilidade de ser feliz e trabalhar com mais prazer é muito maior. Como sempre defendo, o primeiro passo é o Autoconhecimento.

Em entrevista à Camila Pati, da EXAME.com, Jorge Matos sugere 10 perguntas importantes para o fortalecimento do autoconhecimento:

  • Como o mundo funciona e como viver melhor nele?
  • O que eu tenho de melhor?
  • O que me faz feliz?
  • Estou maximizando meus talentos e trabalhando meus pontos fracos?
  • Qual a minha essência e onde me sinto melhor?
  • Estou no caminho certo?
  • Tenho clareza das lacunas em relação ao meu trabalho?
  • Aonde quero chegar?
  • Tenho um plano de desenvolvimento estruturado?
  • Qual a minha visão de futuro?

Essas dez perguntas certamente são capazes de montar um cenário eficiente de pesquisa e avaliação, para um resultado realmente eficaz. Mas nem todo mundo tem a facilidade e disciplina necessária para fazer essa análise (ou, mesmo, paciência, não é?). É aí que entra o Coach. Um bom processo de coaching é capaz de dar a você as ferramentas necessárias para atingir o autoconhecimento. Aqui na Moksha Potencial nós trabalhamos com 3 níveis fundamentais de autoconhecimento: Self-Aware, Full Self-Aware e Senior Self-Aware. Mas esse é um assunto para um próximo post.

Não deixe de ler à matéria fonte. Mas quando precisar, pode entrar em contato com a gente: https://mokshapotencial.wordpress.com/contatos/

Um abraço!

(FONTE: Artigo. 10 perguntas essenciais para fortalecer o autoconhecimento. EXAME.com. http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/10-perguntas-essenciais-para-fortalecer-o-autoconhecimento)